quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Nem uso!


Sabe aquelas pessoas que fazem colas quilométricas e ainda tem a cara de pau de dizer: Ah! Nem uso!Então, se você é uma delas provavelmente deve estar pensando em uma serie de desculpas para justificar tal comportamento, não se preocupe, eu não conto nada para o professor, apenas escrevo.

Um fato me chamou atenção durante uma aula de química, uma menina estava sentada na primeira cadeia e com um minúsculo pedaço de papel tentava colocar todas as formulas matemáticas possíveis, como colocar Minas Gerais dentro do Espírito Santos. Ela chegava a se contorcer, sem ao menos preocupar-se com o professor que estava a sua frente. O docente assim como qualquer pessoa, em seu estado normal de ciência, assustou-se. Adivinha qual foi a resposta clássica? “Professor, na hora da prova eu NEM USO”

Entendo muito bem que cola sempre ajuda a decorar, afinal o principio desse meio ilícito de conseguir pontuação é :colocar uma quantidade sobrenatural de informações em um pedaço mínimo de papel e fazer uso deste mesmo durante um teste. A definição todo mundo conhece, quem usa e quem não usa, mas porque não antecipar a cola? Se a prova é na segunda porque não fazê-la no sábado? Antes que o Ricardinho, um menino muito aplicado que costuma estudar tanto que começa a semana cansado ( não esqueçam que sou irônica), venha falar: Final de semana é sagrado! Tudo bem, aceito com absoluta certeza a importância cultural, religiosa e festeira do desfecho semanal, porém a antecipação da cola seria uma medida infalível. Não estude tanto fazendo a sua cola 1 aula antes da prova, copie apenas o mais importante EM UM PEDAÇO DE PAPEL MAIOR e depois amasse e jogue fora, faça o mesmo outra vez, e outra vez.

Compreendo que pode ser um teste e tanto de paciência, todavia já foi comprovado que a repetição influencia diretamente na memorização, de tanto ouvir a mesma musica acabamos por decorar a letra (ainda que esta seja em inglês e você cante tudo errado, você aprende)

Obviamente que essa técnica não vai funcionar com os coladores que catam respostas de provas diferentes, alguns deveriam trabalhar no IBGE fazendo estatísticas, porque consulta é tanta que dá para fazer a porcentagens de alunos que marcaram letra a b ou c. Por incrível que pareça essa espécie vem crescendo exponencialmente e o próprio meio trata de possibilitar a variabilidade genética que esta ligada as condições ambientais, ou seja, se a cola será feita por borracha, papel ou via olho depende do professor e da prova.

Qual seria a solução para estas pessoas?Não há. Simples e fácil, não é?Evidente que estou desconsiderando os clichês como: é só estudar que resolve. Provavelmente toda a comunidade cientifica juntamente com a CIA, ONU e a NASA, nada a ver né? Estão todos aplicadíssimos em desmascarar os coladores de plantão que vão se alastrando pelo mundo com o respaldo da tecnologia. Algumas escolas americanas intensificam cada vez mais o número de fiscais para evitar as consultas impróprias, todavia a comunicação entre alunos é inevitável, sem contar que os meios que podem ser utilizados são infinitos, afinal nunca se sabe o que mentes tão aguçadas para o mal podem armar.

Vale lembrar que os melhores coladores são também excelentes atores, não tem como não ser. A descrição também é uma qualidade inexorável, porque pessoas chatas e indiscretas são simplesmente insuportáveis, não há coisa pior do que alguém indiscreto pedindo cola. Alguns faltam pouco colocar um outdoor ou balançam tanto a cadeira com o pé que qualquer fiscal tonto poderia se tocar e pegar a prova. Quer colar? Pois então saiba disfarçar, não deixe que ninguém o veja, para manter a sua própria imagem intacta, porque depois que alguém identifica o colador ele está marcado, este terá sempre que mudar de lugar durante a prova e o professor olhará sempre em vossa direção.

Depois de toda essa apologia, acredito que devo terminar com algo bem moralista, porém odeio o falso moralismo sustentado por muitos por ai, pois então, sinceramente acho que a cola é um meio muito sujo quando utilizada em concursos, afinal você está tomando o lugar de alguém ilicitamente, deve ser exatamente por este fato que estas provas são vigiadas de uma forma melhor com mais segurança e preocupação. Outra situação é o que ocorre na escola, muitas pessoas por não serem tão boas em determinadas matérias acabam por pedir ajuda, algumas até estudam, mas a dificuldade as impede de tirar notas azuis, é o que tenho visto freqüentemente, estudantes que tem um conhecimento maior da meteria ajudam aqueles que não possuem um rendimento tão bom, isso me parece muito mais inocente do que fraudar formas de conseguir um gabarito para passar em um vestibular, embora ambas sejam desonestas

Quem cola ou quem passa a cola está correndo risco, contudo estes estudantes possuem plena consciência das conseqüências e dos motivos que os levaram a tal ponto e põem na ponta do lápis se vale a pena ou não tomar esta atitude. Uns colocam a cabeça no travesseiro e não dormem, pensam no mal que fizeram para alguém, outros fecham os olhos e descansam tranquilamente sem se preocupar com sua atitude. A reação é algo completamente individual, tudo depende apenas de sua índole e caráter, só não julgue se não for de sua competência fazê-lo. Atire a primeira pedra quem nunca colou ou passou cola!

8 comentários:

ricardo disse...

Isso Aê... Final de semana é sagrado !!
e como foi dito no post,
cola em concurso ou vestibular é sacanagem msm...
mas no ensino medio... ai ai...
UASHUASHAS'

Lara disse...

ai ai né Ricardo
" Ricardo, para de olha para a prova da Lara"

kkkkkkkkkkkkkkkkk
Eu até tomei um susto quando a Flávia falou!

Leonardo R. disse...

Mas o Ricardo é muito bom em colar. Às vezes eu nem percebo ele olhando para a minha prova e no final ele diz que pegou o gabarito inteiro. Incrível, fenomenal!

Lara disse...

Melhor que o Ricardo só o Junio, que se bobiar tira nota maior que u colandoo de mim! Ele faz uma consulta geral, o menino é uma águiaa
;)

Paola disse...

Atire a primeira pedra mesmo, porque eu já colei, colo e colarei se for preciso e ninguém tem nada a ver com isso!Se eu me ferrar vou me ferrar sozinha, ninguém vai comigo, então tem que ficar quietinho
Muito boa a postagem

Lara disse...

Revoltou-se né? kkkkkkkk
Calma amigaa, é bom que nenhum dos seus professores resolva visitar o meu blog, né?

ricardo disse...

kkkkkkkkkkkkk'
mas as vezes vc pode se ferrar..
igual na prova global de fis1
pow ele nunca manda prova diferente,
logo naquela ele resolveu mais ele so mudo as ordem da alternativas ( odeio isso) fui todo feliz colando do lééo... qnd passo a caneta tudo e do a ultima conferida vejo q a prova é diferente... ó.. eu entrei em desespero.. Mas ainda bem q me salvei nas discursivas ;D

Lara disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Hoje eu fiquei impressionada, com a prova global de quimicaI do Junio, ele simplesmente fechou a prova, tiou 100! E só duas pessoas gabaitaram a prova! Quem? O Leo e ele, tsc tsc tsc!

Tenho quase certeza que tem treta nisso, ;)